8 Dicas para pintar a casa você mesmo sem medo de errar

Se contratar um pintor profissional está fora do seu orçamento, ou mesmo, adora colocar a mão na massa, nós vamos dar 6 dicas para pintar a casa você mesmo sem medo de errar. 

Antes de saber as 6 dicas para pintar a casa você mesmo, pode ser interessante ver as dicas para escolher a cor da tinta para suas paredes. Veja aqui.

A escolha das tintas

Depois de escolher a cor para pintar as paredes é preciso escolher as tintas. Existem muitos tipos diferentes no mercado.

Precisa escolher a tinta conforme o ambiente, interno ou externo, para que ela tenha a resistência ideal.

Além disso,existem tipos de tintas com acabamentos e aparências diferentes, como a textura, tinta acrílica, acrílica fosca, acetinada, brilhante, esmalte sintético, epóxi, verniz, selador acrílico, fundo e mais outros materiais que podem ser usados na sua parede.

Por isso, aconselhamos que peça ajuda para escolher o tipo de tinta com o vendedor.

Calcule a quantidade de tinta que vai precisar

Existe um cálculo que vai precisar fazer para a pintura das paredes. Para saber a quantidade de tinta, basta multiplicar a altura da parede pelo comprimento, o resultado são os metros quadrados a pintar.

Além disso, é preciso saber se vai precisar dar mais de uma demão na pintura, pois precisará do dobro de tinta.

Se a tinta for mais escura que a parede, provavelmente, não vai precisar de duas demãos, mas se for o contrário tudo indica que precisará.

As embalagens de tinta indicam quantos metros o galão cobre.

Materiais necessários

Você precisa de alguns materiais para começar sua pintura, aqui vai uma lista:

  • Rolo

Escolha conforme o tipo de tinta. Para tintas acrílicas e PVA os pinceis indicados são o rolo de lã, pelo baixo. Já para textura, rolos de borracha ou espuma rígida e os rolos de espuma são indicados para vernizes, tinta óleo e esmaltes.

Pode ser bom comprar um rolo pequeno para os acabamentos se for pintar apenas uma parede de cor diferente.

  • Fita crepe para os acabamentos e demarcações
  • Lona plástica ou papelão para não sujar o chão
  • Bandeja para tinta, pois ajuda a manejar e tirar o excesso 
  • Massa corrida para os acabamentos e preencher furos e defeitos na parede e se for usar a fita crepe para demarcar as paredes a pintar
  • Misturador para misturar a tinta com a água
  • Lixa n° 150 para tirar possíveis imperfeições da parede
  • Trincha, que é um pincel de cerdas e
  • Espátula de plástico ou metal

Teste a tinta antes de pintar

Para saber a cor real da tinta depois de secar, você pode comprar apenas uma embalagem menor de 200ml própria para teste, ou mesmo, teste fácil que vem com o rolo numa embalagem pequena.

Assim, fica mais fácil escolher a cor da tinta pelo resultado do teste na sua parede.

Cuidados com os acabamentos e sujeira

Para evitar que o piso e os móveis fiquem sujos e você precise limpar depois, coloque a lona ou o papelão no chão onde vai pintar e em cima dos móveis.

Remova os espelhos dos interruptores, cubra com fita o rodapé, roda teto, maçaneta e guarnição de portas e janelas para deixar um ótimo acabamento.

Tire as imperfeições da parede

Passe massa corrida nos buracos pequenos da parede e imperfeições com a espátula, depois no que for alto-relevo passe a lixa para deixar a parede lisinha.

Prepare a tinta com cuidado

Toda embalagem de tinta tem as indicações para preparar. Normalmente, basta adicionar uma quantidade de água e misturar.

É preciso ficar atento, pois preparando errado pode estragar o resultado.

Pinte primeiro os cantos

Para ter um acabamento de maior qualidade, separe os cantos com a fita crepe, principalmente, no teto e com a trincha pinte os cantos primeiro, pois fica mais fácil de pintar a parte do meio sem se preocupar com manchar as outras paredes ou o teto.

Agora, basta colocar a mão na massa e seguindo as dicas, suas paredes vão ficar perfeitas.

Se quer dar um charme a mais na decoração de casa, conheça nossos pufes que além de confortáveis, trazem a maior qualidade do Brasil. Veja nossos modelos aqui.

Carrinho